2019-08-08

A estrela de duas pontas


ABSINTO X

EIS QUE O DIA VEM no qual a esperança nas riquezas será abalada; e os que no dinheiro confiam serão decepcionados.
2 A estrela de duas pontas voará sobre os céus: como estrela cadente voará; de si mesma fará conhecida aos filhos dos homens.
3 E ela se expandirá, e num olho se tornará, o qual há de emanar uma luz.
4 E os que a virem a ela se prostrarão e a adorarão; e farão com que sejam mortos todos quantos não se encurvarem diante ela.
5 Eis que vem o dia de Gesara, a qual acompanhada vai de suas miríades; eis que Nesara se apresentará em breve a todos os povos.
6 Os que moram nas cidades se atemorizarão, contemplarão com os próprios olhos a vindoura tirania.
7 Drones voarão pelo ar, por sobre as ruas e por sobre as casas, e por entre os prédios, e por cima dos edifícios; pelas janelas entrarão como ladrão.
8 Eles tomarão nota de tudo e gravarão, e logo o farão saber às milícias iníquas o que se faz às escondidas.
9 E chamarão em reforço outra força; e os enforceiros da lei virão e se assenhorarão de quem às leis das cidades transgredir.
10 E as antenas de raios serão instaladas; e raio mortífero sairá delas e aos pássaros derrubarão e aos pássaros matarão.
11 Sim, das torres novas que em breve serão plantadas, que em breve serão montadas, sobre cujos alicerces serão levantadas;
12 e a estrela de cinco pontas emanará de si raios fortes, e raios mortíferos deles sairá.
13 E todo o povo o verá e perguntará por semelhante cousa; e dir-lhe-ão os atalaias, aos quais dantes desprezaram, se acaso puderem ser achados.
14 E alguns dentre eles, enfim, ao marasquino darão lembrança; e se aperceberão de que em verdade da verdade se lhes falava.
15 Bem como à prisca e ao alphonso, quando lhes diziam acerca do vindouro cataclisma, o qual já é passado.
16 Já não basta vós, ó mandatários do mundo, que afligis a saúde dos povos da terra com o raio das estrelas de quatro pontas?
17 Dias virão, nos quais de ninguém terei dó, e a ninguém mostrarei simpatia, nem de ninguém terei empatia; sim, de nenhum daqueles que fazem o mal.
18 Ser-lhes-ei porém por anjo da morte e por agente da destruição, e por soldado do poço do abismo, e por cavaleiro das trevas, e por juiz de suas maldades, e por executor das sentenças.
19 E esmigalharei ao que restar do plasma; e ao que não alcançar, dentre os que se escondem nas profundezas da terra, o meu fogo consumidor.



No comments:

Post a Comment