2017-04-29

Banjo: uma proposta de sistema de escrita

Além do alfabeto cirílico, adaptado para a escrita do Aléssio, uma proposta de sistema de escrita surge. Trata-se de um sistema híbrido, hangul-hiragana. Raízes de verbos e adjetivos, além de o restante das palavras, seriam escritas em hangul. Sufixos, desinências e outros elementos semelhantes viriam em hiragana. Além de diferenciar os diversos elementos, isto pode reduzir (ou mesmo eliminar) a necessidade de usar espaços.

Já se o Hangul for utilizado sozinho, espaços serão necessários.

O Transliterador de Hangul do site ainda não consegue adicionar de forma automática o hiragana para as partículas/sufixos/desinências, que têm de ser substituídas, caso queira utilizar-se do Banjo.


Acima, a parte do código em Javascript que contém a correspondência das partes que constituem os bloquinhos (jamos) Hangul. Claro que tal não adere de fato ao hangul original da península da Coreia, até para que seja possível adicionar fonemas consonantais estranhos ao vernáculo coreano.


Para que seja possível "construir" um Jamo, utiliza-se a tabela de partes (primeira figura) em conjunto com a fórmula acima (segunda figura), pois é atribuído um valor numérico de acordo com a letra e sua posição (inicial - init, média - mid, final - tail).

O mais complicado mesmo é a separação das sílabas, no latino mesmo.

Transliterador Hangul: http://www.alaridoconlangs.com.br/p/alethian-hangul-transliterator.html

Inté!








Comente com o Facebook:

No comments:

Post a Comment